Estado anuncia licitação de 40km; Baiano insiste na pavimentação de 100% da rodovia

Por Assessoria 10/11/2021 - 18:06 hs

O ex-deputado estadual Baiano Filho (DEM) voltou a insistir em audiência com o governador Mauro Mendes na última semana, sobre a necessidade da ligação entre o Nortão e o Norte Araguaia pela MT-322/BR-080. Mesmo com o anúncio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (SINFRA) para a licitação no próximo dia 25 de novembro, do trecho de 40km que será pavimentado entre União do Norte e a localidade do ‘Bigode’, Baiano insiste na pavimentação de 100% da rodovia. 

 

Grande conhecedor das estradas e rodovias do Araguaia, e principalmente, das principais rotas e vias de escoamento e ligação entre as regiões, Baiano tem defendido ao longo dos anos não só a manutenção permanente da rodovia, como a pavimentação total do trajeto.

 

Dos 430 km entre Matupá e Confresa, cerca de 240km aguardam pela pavimentação. Saindo de Matupá, a MT-322 atravessa o distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo até o Rio Xingu, e partir do rio, passando por São José do Xingu até Natanael pela Estrada da Mata, chegando à Confresa. Além dos 40 km que serão licitados a partir de União do Norte até o ‘Bigode’, o Estado também já trabalha o projeto técnico para pavimentação de outros 40 km, ligando São José do Xingu a Natanael, pela ‘Estrada da Mata’. 

 

“A pavimentação de mais 40 km, partindo do Nortão sentido Araguaia é sem dúvida, um avanço e uma resposta do governador que entende a importância da demanda, mas não podemos parar por aí. Temos demonstrado ao governador sobre o papel estratégico da rodovia na retirada da produção do Nortão mato-grossense, por onde passam diariamente toneladas em soja, milho, arroz e carne, produção essa que pode ser potencializada quando agregada à capacidade produtiva do Norte Araguaia. Sem falar nos aspectos sociais como turismo, saúde, educação, e outras relações comerciais que serão potencializadas com a ligação”, defendeu Baiano.

 

Segundo Baiano, o governador Mauro Mendes sinalizou favorável à pavimentação de 100% da rodovia entre as regiões, devendo o projeto ser viabilizado em no máximo dois anos, uma vez que o Estado trabalha hoje para o cumprimento dos contratos já assumidos. Baiano também alertou o chefe do executivo sobre a necessidade de empenho do Estado para o avanço das licenças ambientais, na travessia do Parque do Xingu. 

 

Além de integrar as regiões, estrategicamente, a pavimentação entre Confresa e Matupá permitirá a interligação da BR-163 no Nortão com a BR-158 no Araguaia. Neste formato, as opções de escoamento e exportação se multiplicam, tornando a produção mato-grossense competitiva com escoamento rápido e de baixo custo, com acessos facilitados aos portos de Santarém e Miritituba no Pará pela BR-163, e no eixo da BR-158 com opções para o porto de Itaqui em São Luís/MA e Barcarena próximo a Belém/PA.

 

Outra opção defendida por Baiano, é a ligação do Médio Norte com o Médio Araguaia, interligando Sorriso a Querência pela antiga BR-242. O trajeto que também liga as BRs-163 e 158, passando pelas áreas produtivas de Nova Ubiratã, na altura do distrito de Água Limpa, Gaúcha do Norte, Querência até a BR-158, garantiria definitivamente a ligação entre as duas maiores regiões de Mato Grosso.