Onda de assassinatos deixa Barra do Garças em pânico

Com três mortes causadas por arma de fogo em três dias, os crimes deixam a população em choque com a violência

Por João Pedro Donadel- Semana7 21/04/2021 - 01:12 hs

Com a notícia da execução de um motociclista em Pontal do Araguaia na noite dessa terça-feira (20), somando aos dois assassinatos registrados no domingo, ambos em Aragarças, temos três crimes de execução por arma de fogo nos últimos três dias na região de Barra do Garças, Pontal do Araguai e Aragarças, a grande Barra.

Sobre os crimes em Aragarças, as vítimas foram Aldair Oliveira, de 29 anos, e Joelma de Jesus Santos, de 30 anos. O prefeito Ricardo Galvão (Republicanos) emitiu uma nota de lamento pelos ocorridos. Todos os assassinatos aconteceram em locais inesperados, sendo indício de execução predestinada.

Joelma foi assassinada a tiros na porta da sua residência, no setor Bela Vista, por volta das 21h. Vizinhos escutaram vários tiros e chamaram a Polícia Militar, porém a vítima faleceu praticamente na hora.

Aldair sobreviveu a primeira tentativa de homicídio, sendo socorrido pelo Samu e levado ao hospital, onde o estado de saúde dele, até então, era estável. Ao ser levado para o Hospital Municipal Getúlio Vargas, um elemento, aproveitou o instante que a Polícia Militar atendia uma outra ocorrência na cidade, entrou pela porta dos fundos do hospital, foi até o quarto onde Aldair estava internado e efetuou mais disparos, causando a morte da vítima.

A terceira vítima foi um homem, ainda não identificado, que conduzia uma Honda Biz e foi alvejado por disparos. Segundo testemunhas, o crime aconteceu próximo ao Clube da Associação dos Fiscais Fazendários de Mato Grosso (Affemat), no setor Luzia Maria de Moraes, quando a vítima foi surpreendida pelos atiradores.