Polícia civil prende funcionário de empresa por furto de cofre de caminhão de bebidas


A Polícia Judiciária Civil de Nova Xavantina prendeu em flagrante um homem na manhã de quarta-feira (13) pelo furto de aproximadamente 19 mil reais que estavam num cofre do tipo “boca de lobo” localizado no interior de um caminhão de uma empresa, a qual é responsável pela distribuição de cervejas no município e região.

O suspeito é um motorista da empresa que se encontrava hospedado num hotel da cidade juntamente com mais três funcionários da empresa, onde por volta das 4 horas da manhã acordaram o recepcionista do hotel informando que supostamente haviam furtado alguns pertences no interior do caminhão da empresa.

Os investigadores passaram a apurar o crime, encontrando contradições nos depoimentos dos funcionários da empresa, principalmente em relação ao motorista do caminhão que estava o dinheiro, pois o mesmo relatou que teria ido até a recepção pedir para o recepcionista ligar para a polícia juntamente com os demais colegas, porém ao analisar as imagens, os policiais constataram que o motorista da empresa pulou a janela para ir ao caminhão e caminhava tranquilamente pelo lado de fora do hotel.

Em seu interrogatório, o motorista da empresa relatou que indivíduos não identificados estariam dentro da cabine de seu caminhão tentando arrancar o cofre quando ele acordou e que conseguiu ver os indivíduos correndo com o cofre nas costas, onde segundo ele, tais indivíduos chegaram a ameaça-los de morte, caso saíssem para fora. A Politec de Água Boa foi chamada e colocou por terra a versão do funcionário, pois o Perito relatou que para arrancar o cofre do caminhão seria necessário levantar a cabine e retirar o cofre por baixo, e que tal ação seria demorada e faria muito barulho, desmentindo a versão do motorista.

O Delegado de Polícia Dr. Raphael Diniz ratificou a prisão do suspeito em flagrante, pelo crime de Furto Qualificado, fraude processual e falsa comunicação de crime, onde após passar pelos procedimentos de praxe, foi encaminhado para o Presídio Major Zuzi Alves da Silva na cidade de Água Boa, onde ficará à disposição da Justiça.