Acusado de assassinar radialista morre em Aragarças num confronto com a PM

O assassinato do radialista foi em Mineiro e na ocasião, o criminoso ainda atirou no rosto da ex-sogra. Ele estava escondido em Aragarças e quando os policiais tentaram prendê-lo houve o confronto

Por Araguaia Notícia 05/01/2021 - 23:15 hs

O Comando Policiamento Especializado (CPE) da Polícia Militar de Goiás tentou efetuar na madrugada de terça-feira (5/1) a prisão de Jhonata Alves Souza, de 23 anos, na cidade de Aragarças-GO divisa com Mato Grosso, porém houve confronto e o procurado da justiça acabou morrendo. 

Após cometer o crime, Jhonata fugiu e estava escondido na cidade de Aragarças. Ele é acusado de assassinar o radialista Laurency Silva de Souza, de 33 anos, conhecido como Antônio Filho Montanha, da Rádio Eldorado de Mineiros-GO e na ocasião feriu no rosto com um disparo a ex-sogra Sônia Souza. O crime aconteceu no dia 6 de dezembro de 2020.

Jhonata, segundo a PM, tinha alugado uma casa em Aragarças e no momento que houve a chegada da PM ele teria sacado de uma arma quando foi alvejado. O acusado chegou a ser socorrido pelo Samu para hospital mas chegou já sem vida.

O tenente Robson disse que a polícia recebeu informações de que o procurado estaria em Aragarças e imediatamente uma equipe do CPE deslocou de Mineiros com intuito de prendê-lo. Para quem não se recorda no dia 6/12, Jhonata invadiu a casa da família da ex-namorada com intenção de matá-la mas acabou atirando contra o radialista e a ex-sogra que lá estavam.

“Por informações preliminares, esse locutor era casado com mulher que tem uma filha, e essa filha saiu da casa onde morava com esse homem [suspeito] e veio para Mineiros fugindo do ex. E ele veio atrás dela. Acabou matando o locutor, deu um tiro na mulher dele, e só não conseguiu ferir a ex pois ela se escondeu em um dos cômodos”, explicou o delegado.
 
Ainda de acordo com João Paulo, logo após o crime o suspeito fugiu, e até a tarde de domingo ainda não havia sido localizado. “O suspeito não foi localizado ainda, pois ele evadiu do local. Agora estamos em diligencias para poder encontrar ele”, disse.
 
O estado de saúde de Sonia é estável e que a paciente está “consciente e orientada”. Ainda segundo o delegado, um médico pediu uma tomografia da face para avaliar a extensão dos danos, além da necessidade de uma possível cirurgia.