Estuprador de mãe e filha em Barra do Garças é preso e diz que matou mãe porque ela o reconheceu

O criminoso foi preso na cidade de Nova Xavantina e após confessar crime, foi encaminhado a penitenciária de Água Boa

Por Araguaia Notícia 28/11/2020 - 14:01 hs

Um dos casos de maior repercussão, nos últimos anos, na cidade de Barra do Garças, no leste de Mato Grosso, foi solucionado pela Polícia Civil. Foi preso na sexta-feira (27/11), Jeferson conhecido Todinho, de 33 anos, que confessou que estuprou e matou Rhayany, de 30 anos, e ainda estuprou a filha dela, uma menina de 11 anos, na casa das vítimas, no sábado dia 21/11, no bairro Santo Antônio.


Ele foi preso na porta de uma agência bancária na cidade de Nova Xavantina durante abordagem policial e não esboçou nenhuma reação. Todinho foi conduzido à Barra do Garças onde foi ouvido pela delegada especialziada da Mulher, Luciana Canaverde, e confessou todo o crime em detalhes.

Ele alegou que estaria bêbado quando entrou na casa das vítimas com intuito de roubar. O criminoso conta que amarrou as vítimas dentro do quarto usando de um tecido. E que se recordava somente do abuso a mãe e decidiu assassiná-la porque ela o teria reconhecido.

Durante depoimento, Todinho alegou que não se recordava do que fez com a menina. Porém, a criança também foi abusada sexualmente conforme levantamento durante escuta especializada. E ela conseguiu escapar no instante que o bandido retirou a mãe do quarto para outro compartimanto da casa. A criança então conseguiu se trancar no quarto. A polícia acredita que o criminoso usou do tecido para matar a mãe por asfixia. 

A delegada Luciana dá mais detalhes sobre a prisão do individuo ao site Araguaia Notícia que esteve acompanhando a coletiva na manhã de sábado.

VEJA VÍDEO