Cuno Lussy o famoso arquiteto que deu traços modernos a Vila Rica, é esquecido pela história da cidade

Cuno Roberto Lussy foi um engenheiro-arquiteto, este brasileiro foi professor emérito da Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais, ele se tornou um famoso urbanista, por unir seus projetos de arquitetura ligando a cidade e o campo

Por AMZ Noticias com Evandro Carlos 24/06/2020 - 01:32 hs

Um dos maiores problemas culturais brasileiros, é não valorizar seus heróis, e também não manter viva a memoria das pessoas que construiriam a sua historia, a cidade de Vila Rica não foge a regra.

Cuno Roberto Lussy foi um engenheiro-arquiteto, este brasileiro foi professor emérito da Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais, ele se tornou um famoso urbanista, por unir seus projetos de arquitetura ligando a cidade e o campo, suas obras trazem modernidade, construtividade e cultura, entre estas obras esta o traçado original e moderno da cidade de Vila Rica em Mato Grosso, feita em forma de SINO.

O urbanista Cuno Roberto Lussy se tornou referencia da arquitetura brasileira sendo um dos autores mais estudados nos meios acadêmicos, o projeto da cidade de Vila Rica foi inspirado no plano piloto de Brasília. Ele fechou as asas do avião que é o formato de Brasília e fez Vila Rica como um sino. Importante salientar que na parte original de Vila Rica somente as avenidas tem cruzamentos.

O arquiteto também projetou as construções das primeiras fazendas da Servap, ele projetou as casas dos empregados, currais, a casa de administração da Fazenda Aracati onde morava Claudio Peres, filho de Rubens Peres, idealizador da cidade. As primeiras casas da cidade  também foram projetos dele, uma delas era a de um dos poucos remanescentes da época, a do funcionário aposentado da Empaer,  Celio de Oliveira Souza e de sua esposa Dona Graça.

Cuno também projetou o escritório da Colonizadora Vila Rica, o prédio da Cobal, as casas urbanas de Ricardo e Adilson Peres, outros filhos de Rubens Peres, outra obra do arquiteto, foi o projeto original da escola estadual Maria Esther Peres, hoje uma das maiores da região. Apesar de toda esta trajetória, na cidade de Vila Rica que ele desenhou, não existe nenhuma grande obra ou algo que lembre o homem que deu formas e traços, a mais bonita e organizada cidade do Norte Araguaia de Mato Grosso.