Suspeito de assassinar jovem dentro de ônibus é preso caçando animais silvestres

Por Olhar21 com informações da Interativa-FM 27/04/2020 - 05:23 hs

A Guarnição de Bom Jesus do Araguaia e Serra Nova Dourada, nesta data foi acionada via telefone pelo SD PM Brito o qual teve informações que o Virgílio Cuiabano suspeito de ter assassinado Romário Gomes de Brito dentro de um ônibus no distrito de Serra Dourada município de Canarana, estava em Pick UP touro de cor branca na Fazenda Santa Cruz, juntamente com mais dois homens, caçando animais silvestres.
 
De pronto a Guarnição Composta Pelo CB PM Lennon, SDS PM Martins, Silva Souza, e compondo também a Guarnição SD PM Brito, deslocaram na referida fazenda e com informações de sitiantes, conseguiram lograr êxito na prisão dos envolvidos.    
 
Foi apreendido com os caçadores 3 armas de cano longo e 2 animais silvestres abatidos.  


O crime:   Uma rixa pode ter motivado o crime brutal de quinta-feira (23/4) no distrito Serra Dourada em Canarana-MT, na região do Vale do Araguaia, onde um homem armado entrou no ônibus que fazia linha Ribeirão Cascalheira a Barra do Garças e efetuou três tiros contra a vítima, Romário Gomes de Brito, 27 anos, que morreu na hora.


A vítima conhecida como Romarinho possui diversas passagens como tentativa de homicídio, tráfico de drogas, roubo e furto. O fato aconteceu quando ônibus da empresa Viação Xavante estacionou na parada de Serra Dourada e o suspeito que estava numa Fiat Strada vermelha vinha seguindo ônibus e após os disparos retornou pela rodovia sentido a Ribeirão Cascalheira.

O autor do crime seria um elemento conhecido como ‘Cuiabano’ que também tem várias passagens policiais. E que segundo a Polícia Militar, o crime tem característica de pistolagem cuja ordem por ter partido de uma facção criminosa.  

O delegado de Canarana, Deuel Paixão, informou ao site Rádio Interativa que Romarinho estava sentado em uma poltrona do ônibus com a filha de menos de 2 anos de idade no colo, quando foi alvejado pelos tiros. A criança não saiu ferida. O delegado acrescentou que ambos tinham longo desentendimento que culminou com o assassinato de quinta-feira.

O delegado de Canarana não descarta a participação de uma facção criminosa que teria dado a ordem para execução de Romarinho. “Romarinho tinha uma vida pregressa com vários crimes desde menor de idade, destacou Deuel. (Rádio Interativa FM)      

 

Mais informações em instantes...