Juíza de São Félix do Araguaia solta dois criminosos que foram presos com mais de 20 quilos de drogas

Dois dos três presos com mais de 20 kg de drogas em Confresa são soltos pela justiça em menos de 24 horas

Por Olhar Alerta 25/03/2020 - 01:29 hs

No último domingo (22), três criminosos ligados à uma facção criminosa foram presos após serem flagrados com um carregamento de mais de 20 kg de maconha, que foram levados de Rondonópolis para Confresa, afim de abastecer os pontos de tráfico de drogas no município.

Conforme apurou o site Olhar Alerta, Edilson Luiz dos Santos, de 49 anos e Gersoney Rodrigues de Almeida, de 27 anos, foram soltos pelo Poder Judiciário menos de 24 horas após serem presos em flagrante pela Polícia Judiciária Civil. Na oportunidade, os suspeitos foram flagrados com uma lata e uma caixa que traziam maconha e dinheiro.

Em sua decisão, a Juíza Dra Janaína Cristina de Almeida, da Comarca de São Félix do Araguaia, usou como argumento que os dois eram réus primários, porém, Gersoney afirmou que já cumpriu quatro anos de prisão pelo crime de tráfico de drogas em Cáceres (MT). Janaína também argumentou que uma das razões para não manter os faccionados presos é a pandemia de coronavírus, a qual fez com que muitos reclusos nas cadeias públicas brasileiras fossem soltos.

Além dos dois soltos na segunda-feira (23), cerca de outros dez criminosos de alta periculosidade já foram liberados da unidade prisional de Porto Alegre do Norte, e a tendência é que mais sejam soltos nos próximos dias, por causa da pandemia de coronavírus.

A decisão proferida pela juíza traz incontáveis agravos à sociedade, visto que, menos de 24 horas não é tempo o suficiente para um criminoso que, preso em flagrante, possa ser ressocializado e voltar como cidadão de bem ao seio social.