Depois de 2 meses, laudo aponta comerciante empurrou motociclista em acidente fatal de Aragarças

Por Araguaia Notícia 28/11/2019 - 18:20 hs

Ficou pronto na quarta-feira, dia 27/11, o laudo da Polícia Cientifica de Goiás sobre fatídico acidente que aconteceu na avenida Ministro João Alberto perto do Supermercado Megafrutt que infelizmente ceifou a vida do motociclista Jalen que estava passando de moto e foi segundo o laudo foi empurrado pelo comerciante Mauro Ferreira.

Na época ficou uma dúvida se houve ou não esse empurrão. Mauro chegou a chorar dizendo que não havia empurrado e que se assustou com a moto vindo em sua direção e por isso se virou rapidamente na direção do Jalen que caiu da moto e foi atingido por uma carreta que passava no mesmo instante.

O delegado Ricardo Galvão divulgou uma live no Facebook onde comentou o resultado da perícia. Ele explica que a queda – segundo a perícia – teria sido motivada pelo empurrão dado pelo comerciante

Todavia, quanto ao resultado que foi a morte do motociclista, não teria sido a intenção do comerciante e por isso ele deve responder por homicídio culposo mesmo, aquele que não intenção de matar. 

Segundo Galvão com mais dez dias, o inquérito deve ser concluído e remetido ao Ministério Público de Aragarças. 

Mauro é proprietário de uma oficina de motos e concedeu entrevista, na época, onde comentou o acidente. Bastante emocionado e se dizendo arrependido, ele mostrou uma lesão na barriga que conta que foi com a pancada da moto. O comerciante diz que se assustou com o veículo e por isso o motociclista se desequilibrou na sequência.

Acompanhe a live do delegado Galvão e na sequencia relembre a entrevista do comerciante Mauro.