De São Felix, indicada de Bezerra e 'voz' de dom Casaldáliga só dura 1 mês no cargo

Por RD News 04/10/2019 - 22:14 hs

Durou apenas um mês exato a permanência de Lenimar Paiva de Amurim, a Neguinha, no cargo de coordenadora Distrital de Saúde Indígena em Cuiabá, estrutura ligada à Secretaria Especial do Ministério da Saúde.

Ela foi indicada pelo deputado federal Carlos Bezerra, do MDB, mesmo partido de Neguinha, que concorreu à deputada estadual em 2018 e obteve apenas 1.084 votos.

Foi exonerada hoje pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandella, após informações obtidas junto ao presidente Bolsonaro de que Neguinha, que é natural de São Félix do Araguaia, é ligada a dom Pedro Casaldáliga, da prelazia daquele município, e "vermelha demais" para os padrões do capitão que comanda o Palácio do Planalto.

Sob articulação de Bezerra, Neguinha foi nomeada em 3 de setembro, no lugar de Argon Norberto Hachman. Agora, quem passa a coordenar o Distrito Sanitário de Cuiabá é Audimar Rocha Santos.