Jayme Campos e Wellington Fagundes não assinam CPI da Lava Toga

Chamada nos bastidores de CPI da “Lava Toga”, a comissão quer investigar o funcionamento de órgãos como o Supremo Tribunal Federal (STF) e pretende inclusive convidar ministros da Corte para darem depoimento.

Por Olhar21 17/09/2019 - 00:47 hs

Alessandro Vieira confirmou ao site o O Antagonista que vai protocolar hoje (17) a terceira tentativa de instalar a CPI da Lava Toga.

O pedido tem 27 assinaturas. O grupo pró-CPI ainda espera contar com mais uma.

A senadora Selma Arruda, a única de Mato Grosso que assinou o requerimento, afirmou que há uma tirania por parte de membros do STF e que seus atos devem ser investigados.

Por outro lado, os senadores Jayme Campos (DEM) e Wellington Fagundes, não assinaram o requerimento e ficaram fora da lista dos 27 senadores que assinaram.