Barra do Garças: Professores vão a evento com Bolsonaro para protestar contra Governo

Por Jacques Gosch RDNews 05/06/2019 - 17:56 hs

Professores em greve há 10 dias aproveitaram a presença do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) e do governador Mauro Mendes (DEM), que lançam o programa “Juntos pelo Araguaia” na divisa entre Mato Grosso e Goiás, na manhã desta quarta (5), para protestar contra a  reforma da Previdência. Os governadores de Goiás, Ronaldo Caiado, e do Tocantins, Mauro Carlesse, ambos do DEM, também participam da agenda presidencial.

“Estamos aqui com um objetivo que é nos manifestar, gritar para quem está em cima ouvir que quem está em baixo neste momento não está gostando do que estão fazendo com a gente. Esse é o nosso objetivo em Barra do Garças em função da vinda do presidente da República. E está sendo ruim para os professores esta reforma da Previdência com o pretexto de  ajudar o país a economizar R$ 1 trilhão. Para isso,  vocês precisam aceitar permanecer 10 anos a mais no serviço e se aposentar com salário bastante rebaixado, a partir dos 30 anos de contribuição e acessando 80% da média dos salários ao longo da vida”, disse o sindicalista Henrique Lopes em vídeo gravado para mobilizar os manifestantes.

O esquema de segurança montado pelo Palácio do Planalto impediu que os manifestantes se aproximassem do presidente Bolsonaro. Mesmo assim, os professores com apoio de estudantes e integrantes de movimentos sociais exibiam cartazes de protesto e gritavam palavras de ordem durante todo tempo.

Ontem (4), o  Governo do Estado apresentou proposta ao grevistas sem concessão da Revisão Geral Anual (RGA) ou de aumento salarial. A minuta será avaliada pela categoria que decide em assembleia se a greve continua ou não.