Riva e Bosaipo viram réus por suposto de desvio de R$ 2,2 mi

Decisão é da juíza Célia Regina Vidotti, da Vara Especializada de Ação Civil Pública e Ação Popular

Por G1-MT 26/03/2019 - 16:07 hs

Os ex-deputados estaduais José Geraldo Riva e Humberto Bosaipo viraram réus na Justiça pelo suposto desvio de R$ 2,2 milhões com contratação de uma empresa de fachada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). O G1 tenta contato com a defesa dos citados.

 

A decisão é da juíza Célia Regina Vidotti, da Vara Especializada de Ação Civil Pública e Ação Popular, e foi publicada na última quarta-feira (13).

 

O processo tramita desde 2007. Na época, Riva era integrante da mesa diretora e, como 1º secretário, era o ordenador de despesas da ALMT.

 

A fraude teria ocorrido com a contratação de uma empresa fantasma para a compra de material gráfico no valor total de R$ 2.233,991,40.

 

O grupo teria emitido cheques nominais a empresa sacados em agências bancárias por servidores da ALMT.

 

Além dos ex-parlamentares também viraram réus os Guilherme da Costa Garcia, Cristiano Guerino Volpato, Geraldo Lauro Joel Quirino Pereira e José Quirino Pereira que, à época, eram servidores públicos. A reportagem tenta localizar os advogados deles.