Trajetória do maior líder político do Araguaia, Wilmar Peres, é lembrada por site de MT

Wilmar chegou ao cargo mais importante do estado, governador; foi deputado federal e estadual; prefeito de Barra do Garças por duas vezes. Hoje seu filho, Roberto Farias, se tornou o prefeito mais bem votada da história e exerce o seu segundo mandato

Por Araguaia Notícia 15/02/2019 - 01:12 hs

Em Barra do Garças, onde o lendário Araguaia recebe pela esquerda as águas barrentas do Garças, na divisa com Goiás, nasceu Wilmar Peres de Farias em 14 de maio de 1939. Wilmar foi um dos políticos mais influentes em Mato Grosso na década de 1970 e nos anos 1980 e 1990.

Wilmar cresceu na mística Barra, aos pés da Serra Azul, onde o imaginário popular acredita que esverdeados marcianos frequentam com suas naves, que aparecem e desaparecem num piscar de olhos. ETs à parte, desde jovem Wilmar tinha um olho na boiada e outro na política, que são duas atividades bem distintas, mas que podem ser desenvolvidas paralelamente, com tranquilidade.

Em 1972 Wilmar disputou e venceu a eleição para vereador na sua Barra. Começava ali, uma carreira que o levaria ao posto mais alto da política estadual: governador. Quatro anos depois, Wilmar concluiu o mandato na Câmara Municipal e assumiu outro, esse na prefeitura, para seis anos de administração. Foi um prefeito ousado, moderno, visionário, que fazia do cargo uma ferramenta pelo desenvolvimento de sua terra.

Sua trajetória política foi pontilhada por mandatos. Não somente uma, mas duas vezes prefeito da Barra. Deputado estadual e deputado federal, mas antes da Câmara dos Deputados foi vice-governador de Júlio Campos e o sucedeu no governo em 1986, quando Júlio renunciou, disputou e venceu a eleição para deputado federal. Wilmar assumiu o governo de Mato Grosso. Foi o primeiro governador da Barra.

No Palácio Paiaguás foi titular de uma política de governo que não excluía município, mas tinha um quê por sua Barra e o Vale do Araguaia. 

A frente do governo, Wilmar manteve em alto nível a relação entre os poderes, teve perfil municipalista e valorizou o servidor público. Transmitiu o poder ao sucessor Carlos Bezerra.

Eleito deputado federal em 1990 atuou decisivamente no processo de impeachment do presidente Collor de Mello. Na política viveu a alegria das vitórias e sentiu o peso das urnas, mas não se afastou dos meios políticos nem seu distanciou de seus liderados.

Em Rondonópolis Wilmar recebeu uma grande homenagem. O parque de exposições do Sindicato Rural – um dos maiores do Brasil – tem o seu nome: Governador Wilmar Peres de Farias.

Em 14 de março de 2006, aos 66 anos, Wilmar não sobreviveu a um ataque cardíaco. Seu corpo foi sepultado na cidade onde nasceu e por duas vezes foi prefeito.

Wilmar deixou a viúva, Cândida Farias (MDB), que em 2018 elegeu-se segunda suplente do senador democrata Jayme Campos. Seu filho, Roberto Farias, o Beto (MDB) é prefeito em segundo mandato consecutivo da Barra.


Wilmar e seus sucessores políticos, Cândida e Beto Farias