JBS é multada em R$ 1 milhão por poluir Rio Araguaia

Por Diego Frederici/Folha Max 31/10/2018 - 23:02 hs

A JBS foi multada em R$ 1 milhão por estar despejando “sangue de boi morto” no rio Araguaia. De acordo com uma publicação do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) na edição do Diário Oficial desta segunda-feira (29), uma das unidades da JBS – não especificada -, estaria descartando resíduos das chamadas “linha verde” e “linha vermelha” no Araguaia, rio que banha os Estados de Mato Grosso, Goiás, Tocantins e Pará, e que conta com mais de 2.600 km de extensão.


“Auto de Infração Lançamento de efluentes, no rio Araguaia, proveniente da linha verde e vermelha de indústria de abate de bovinos em desacordo com a legislação ambiental vigente. Decisão Administrativa pela homologação do Auto de Infração, arbitrando a multa de R$ 1.000.000,00”, diz trecho da publicação.


Segundo informações do Consema um relatório técnico de inspeção identificou que o despejo desses resíduos são provenientes das “linha verde”, como são chamados os detritos estomacais dos animais, e também da “linha vermelha”, denominação dada aos “restos” derivados de sangue da produção de alimentos.


A decisão informou ainda que as práticas relatadas sobre a “manutenção” e “reparação” de problemas técnicos, bem como restrições aos lançamentos de dejetos no rio, são “condutas obrigatórias” da empresa e que não são suficientes para afastar a multa de R$ 1 milhão. “Ademais, as condutas ora descritas como reparadoras pelo autuado, como manutenção e reparação de problemas técnicos, restrição do lançamento, são condutas obrigatórias, inerentes ao empreendedorismo”, diz outro trecho da publicação.


A JBS possui 3 frigoríficos em 3 municípios ao longo do Vale do Rio Araguaia – em Barra do Garças, Água Boa e Confresa. Das três cidades, porém, apenas Barra do Garças é banhada pelo Rio Araguaia, já na divisa com o Estado de Goiás.