Gaspar pode ter mais 60 mil votos e ser recordista no Araguaia, segundo pesquisa

Levantamento aponta uma estimativa nunca alcançada por um candidato da região leste do estado

Por Semana 7 04/10/2018 - 13:45 hs

Gaspar pode ter mais 60 mil votos e ser recordista no Araguaia, segundo pesquisa
Foto: Vicente de Souza

O candidato a deputado federal Gaspar Lazari (PSD) pontua como primeiro colocado em pesquisa eleitoral no Araguaia do Instituto Meta. O levantamento, divulgado nesta quinta-feira (4), perguntou ao eleitorado da região em quem votaria para ocupar os quatro cargos das eleições majoritárias de 2018.

 

O ex-prefeito de Confresa, Gaspar lidera isolado com 60,2% das intenções de voto válidos na estimativa espontânea, excluindo as citações brancos e nulos e com esse percentual é esperado uma votação acima de 60 mil votos só na região do Araguaia. Já em outra modalidade também espontânea, mas considerando brancos e nulos, Gaspar aparece com 54% das intenções de votos.

 

O levantamento do Instituto Meta entrevistou 770 pessoas entre 28 de setembro e 2 de outubro em municípios da região do Araguaia. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), sob o registro MT-05734/2018.

 

Gaspar lidera com folga o levantamento realizado exclusivamente com eleitores do Araguaia e deve ser o candidato mais bem votado da história da região. A três dias das eleições, a expectativa é que, após mais de 26 anos, um representante do leste do estado ocupe uma cadeira da Câmara Federal.

 

Único pelo Araguaia com possibilidades reais de ser eleito, Gaspar atingiu 60,2% das intenções de votos válidos, seguido do adversário Carlos Bezerra (MDB), com 7,4%. Os demais candidatos mencionados pelos entrevistados somaram 19,7% dos votos. Não responderam, eram 20,1%, segundo a pesquisa. O Instituto Acess divulgou pesquisa estadual e Gaspar apareceu em quinto lugar no geral. A pesquisa foi registrada no TRE-MT sob o registro 06245/2018.

 

O levantamento do Meta distinguiu dois cálculos para o cargo de deputado federal. Em outra pontuação foram acrescentados os votos brancos e nulos. Nesta, Gaspar atingiu 54%, enquanto Carlos Bezerra chegou a 6,6%. Neri Geller (PP) vem em seguida, pontuando 1,6%. Somaram 10,3% os votos brancos e nulos e 18,1% dos entrevistados não responderam. Os demais mencionados, fora os citados acima, pontuaram juntos 9,4%.

Nessa perspectiva, com uma estimativa de 60 mil votos, se equacionado o percentual ao eleitorado da região, Gaspar se elege deputado federal.

 

A boa colocação de Gaspar é resultado da incansável caminhada nos últimos dois meses, com foco no Araguaia, onde estabelece sua base eleitoral, mas também em outras regiões de Mato Grosso, como Cuiabá, Rondonópolis, Nova Monte Verde, Sinop, Alta Floresta, Tangará da Serra, entre outras. Ex-prefeito de Confresa por três mandatos, ele conseguiu despertar no eleitorado da região o sentimento de regionalismo.

 

Se consolidada a previsão, o próximo domingo marcará a história da região como o dia em que a população elegeu alguém que se compromete a representar o Araguaia no Congresso Nacional, após anos sem influência em Brasília. Nos últimos meses, outros candidatos e lideranças políticas levaram esse discurso a seus palanques. Gaspar é um dos poucos que tem colhido retorno.

 

No Araguaia, o ex-prefeito de Confresa conquistou uma gama de lideranças políticas. Cerca de 30 prefeitos e ex-gestores do leste do estado declararam apoio a Gaspar, além de vereadores e figuras importantes em todas as cidades que passou. O candidato ainda soma sustentação em outras regiões do estado, como a da concorrente à Assembleia Legislativa, Carla Rondon (PSD), de Poconé.

 

Figuras como o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, manifestou apoio ao candidato logo no início da campanha. O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD), também reconheceu a candidatura de Gaspar em meados de setembro.