Em 60 dias, funcionários desviaram mais de R$ 100 mil de posto de combustível em Confresa

Em 60 dias, funcionários desviaram mais de R$ 100 mil de posto de combustível em Confresa

Por Agência da Notícia 30/08/2018 - 12:29 hs

Dois funcionários do Posto Tigrão foram presos pela Polícia Judiciária Civil do município de Confresa, após serem descobertos em um esquema que desviava dinheiro dos abastecimentos realizados no estabelecimento, ambos tralhavam como caixas no posto no período noturno.

Os acusados identificados como Magno Campos Aguiar e Lucas de Oliveira Silva são acusados de fraudar o sistema de abastecimento, o esquema funcionava da seguinte maneira.

Os abastecimentos que não eram solicitados cupons fiscais pelos clientes, os acusados não registravam a venda do combustível. Para que seus superiores não dessem por falta do combustível, os dois funcionários davam baixa no sistema (estoque) e ficavam com o dinheiro.

A fraude permitia os acusados darem até 100% de desconto no combustível.

Levados à Delegacia da Polícia Civil os dois confessaram o crime e contaram como funcionava o esquema que segundo os cálculos o prejuízo seria de mais de R$ 100 mil em apenas dois meses.

Magno Aguiar foi encaminhado ao Presidio de Porto Alegre do Norte, onde está à disposição de Justiça, já Lucas Oliveira apesar de ter confessado que participava do esquema, foi ouvido e liberado, pois não foi pego em flagrante delito.