Soldado e tenente salvam a vida de recém-nascido engasgado com leite

O menino, aparentemente afogado com leite, já estava inconsciente e começando a ficar roxo, como descreveu a mãe.

Por RD News 24/06/2018 - 21:07 hs

Gratidão, esse foi o sentimento expressado pelos pais do pequeno Davi, de apenas 22 dias, ao receberem a visita do soldado Henrique Dias e do tenente Amaro na manhã desta quinta-feira (21), em Lucas do Rio Verde (a 332 km de Cuiabá).

Na tarde de terça (19), por volta das 15hs, os dois policiais salvaram a vida do recém-nascimento. No quartel do 13º Batalhão, unidade do 14º Comando Regional da PM em Lucas, eles foram surpreendidos pela presença de um casal desesperado e com o filho nos braços.

Edna Bueno e Ricardo Amaral buscavam socorro para o filho Davi. O menino, aparentemente afogado com leite, já estava inconsciente e começando a ficar roxo, como descreveu a mãe.

Edna relatou que ela e o marido fizeram de tudo que estava ao alcance deles, porém o filho não reagia. “Poucos minutos depois de tomar a mamadeira, Davi começou a chorar e, em seguida, ficou como se estivesse afogado. A gente o deitou de barriga para baixo, fez massagens nas costinhas e nada, nada de voltar. Ele já estava inconsciente e roxo quando decidimos correr até o quartel da PM”, relatou.

Felizmente, o 13º Batalhão fica a pouco mais de 100 metros da casa de Davi e seus pais. Edna recorda que o primeiro a recebê-los foi o soldado Henrique, em seguida chegou o tenente Amaro.

Os policiais usaram técnicas de primeiros socorros, como massagens nas costas, mas mesmo assim Davi demorou alguns minutos para recuperar a consciência. Os policiais continuaram a massageá-lo dentro do carro, a caminho de uma unidade de pronto-atendimento, quando, depois de percorrer uns 200 metros, o menino recuperou os sinais vitais.

“Imaginem a minha alegria quando ouvi os policiais dizendo: 'Voltou. Ele acordou'. Eu quase nem conseguia virar o corpo para vê-lo, por causa das dores da cirurgia do parto, mas queria ver, pegar meu filho no colo”, relembrou Edna. Davi passou por avaliação no pronto atendimento médico e foi liberado em seguida, em plena saúde.

Para o casal, a visita dos policiais foi um momento de grande alegria. “Somos gratos pelo que eles fizerem pelo nosso filho e nossa família. Salvaram a vida do Davi. Hoje compartilhamos a alegria que estamos sentido e tivemos a oportunidade de agradecê-los”, completou a mãe.(Com Assessoria)