Barra do Garças - Polícia conclui que mulher matou marido a golpes de faca

Crime bárbaro foi motivado por uma briga por causa de divisão de bens e possível traição, acredita delegado

Por Araguaia Notícia 24/06/2018 - 20:27 hs

Está presa a dona-de-casa I. D. de 51 anos, que é apontada como autora do homicídio que ocorreu na noite de quinta-feira (21/6) em Barra do Garças, do trabalhador aposentado Sebastião Fernandes Morais, 61 anos, assassinado a golpes de faca quando estava deitado no quarto em casa no bairro Jardim Pitaluga. O crime aconteceu por volta das 23 horas. A vitima teve um corte tão profundo na garganta que lhe causou a morte por esgorjamento: lesões produzidas por instrumentos cortantes nas regiões anterior e lateral do pescoço, conforme apurou o site Araguaia Notícia.

A mulher foi detida e encaminhada para delegacia, todavia apresentou uma versão 'fantasiosa' de que o esposo teria sido atacado por seis homens de cabelos 'loiros' e arrepiados que teriam entrado na casa e o mataram a facadas. Porém a perícia realizada pela Politec esteve no local e verificou que as únicas pegadas encontradas dentro e fora da residência são da Irene e que o punhal utilizado no crime pertencia a vítima e estava dentro do guarda-roupa num lugar onde somente o casal sabia. "Não teve nexo a história apresentada por ela mesmo porque como que 6 pessoas vão invadir uma casa para matar uma pessoa sem levar uma arma que seja e que teriam encontrado esse punhal no guarda-roupa realmente isso não bate", explicou o delegado plantonista que fez o flagrante Joaquim Leitão a reportagem do site Araguaia Notícia. 

Sobre o que teria motivado o crime, o delegado explicou que a polícia suspeita que tenha sido uma briga do casal por causa da separação de bens e possível relacionamento extraconjugal da vítima.

Irene que ficou detida para averiguação, agora aguarda uma posição do Poder Judiciário pois a Polícia Civil representou pela prisão temporária ou preventiva da suspeita baseados nos elementos de provas que foram colhidos pela perícia e investigações que os policiais fizeram. O site Araguaia Notícia está tentando um contato com advogado de defesa da dona Irene para ver o que ela tem a dizer sobre esta acusação.