Médico pioneiro da região Norte Araguaia larga profissão e vira artesão

Por AMZ Noticias com Evandro Carlos 21/06/2018 - 23:24 hs

Era final dos anos 70, a Amazônia povoava mente de desbravadores pelo Brasil afora, e o jovem médico Juarez Sander decidiu trocar os ares da badalada Porto Alegre no Rio Grande do Sul, por uma pequena clinica no extremo nordeste de Mato Grosso, mais propriamente na divisa do estado como Pará e o ainda gigante estado de Goiás que ia de Minas Gerais até o Maranhão.

A decisão de Juarez Sander, era construir algo que lhe proporcionasse conquistas na sua profissão, e foi assim que ele rumou para o projeto Servape que visava colonizar grandes áreas no município de Santa Terezinha, o projeto Servape se transformou em Vila Rica, uma das mais solidas cidades de Mato Grosso.

Durante mais de 30 anos, Juarez Sander, o Doutor Juarez e sua esposa, a também renomada medica e sanitarista Ângela Lopes, a Doutora Ângela, trabalharam e desbravaram a região Norte Araguaia, ora como médicos, ora como políticos eles marcaram a historia de vários municípios da região com destaque para Vila Rica, Santa Terezinha, Porto Alegre do Norte, São Felix do Araguaia  e por fim Confresa.

No inicio desta década, o casal decidiu voltar às origens no Rio Grande do Sul apesar de manter imóveis em Vila Rica e uma historia intacta em especial no combate a malária, a saúde preventiva ( o casal de médicos foi entusiasta do Movimento Popular de Saúde “MOPS” que deu origem as atuais Unidades Básicas de Saúde) e ao aleitamento materno (O Hospital Vila Rica de propriedade do casal recebeu o premio Amigo da Infância da Unicef pela defesa do aleitamento materno) .

Segundo Juarez, depois de anos de rotina estressante e  jornadas intensas de trabalho, ele quis fazer algo que seus antepassados faziam, e isso foi definitivo no momento que decidiu parar com a profissão que lhe fez se tornar conhecido.

Morando a beira mar em Osório, próximo a região metropolitana da capital gaucha,  “Doutor Juarez” disse que no artesanato ele encontra a saúde mental e a possibilidade de envelhecer em paz, em sua pagina no facebook “Atelier Casa de Tábua”, o medico expõe as imagens dos trabalhos que customiza e comercializa.

Alem disso ele se diz estar em perfeita paz, por não ter a mais velha pressão de não ter horário para descansar e agora trabalha em casa e podendo rir e contar piadas a vontade  elem disso “ sempre sobra uma graninha pra cerveja”.

Feliz, ele relata que sua historia com o Araguaia, não tem como se apagada, afinal "Vi vidas nascerem e vidas se irem, aflorei sentimentos, arrumei amigos e inimigos, mas se hoje tivesse que decidir entre ser pioneiro e ficar na beira mar, preferia a beira do mar e o artesanato”, e desta forma um dos mais interessantes pioneiros do Norte Araguaia encerra sua conversa. Visite a pagina no facebook oficial do “Atelier Casa de Tábua  https://www.facebook.com/AtelierCasadeTabuaJuarezSander/