População de Barra do Garças será beneficiada com anel viário que sai do papel depois de 25 anos

População de Barra do Garças será beneficiada com anel viário que sai do papel depois de 25 anos

A obra que começou com esforço do senador Welington Fagundes e do prefeito Roberto Farias teve início com governo do estado e foi assumida pelo Governo Federal e faz parte do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento).

Por Assessoria / DNIT - DF 23/01/2018 - 08:59 hs

A cidade de Barra do Garças, Mato Grosso, ganhará, brevemente, duas  pontes de concreto. Em fase final de implantação, a  ponte sobre o rio Garças, tem 168 metros de extensão e está prevista para ser entregue no mês de março.

Além da ponte sobre o rio Garças, o DNIT também deve concluir, ainda no primeiro semestre, as obras da ponte sobre o rio Araguaia, de 241 metros, na divisa entre Mato Grosso e Goiás.

Ambas fazem parte  do Anel Viário de Barra do Garças que tem 9,9 km de extensão e vai ligar as rodovias federais BR-070 e 158, retirando do centro da cidade o tráfego de caminhões. As obras estão sendo realizadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e estão orçadas em R$ 80 milhões.

O Anel Viário é considerado uma das mais importantes obras de infraestrutura da região e ganhou novo impulso ao ser incluído pelo Governo Federal, no ano passado, no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A obra, que era objeto de convênio com o Governo do Estado de Mato Grosso, foi assumida pelo DNIT.