Tucunarés e Trairões agitam pescaria no rio Xingu

Na ponta da linha, barbado, tucunarés, cachorras e trairões de até 10 quilos agitam a pescaria.

Por Terra da Gente 05/03/2018 - 21:28 hs

No norte do Mato Grosso, o Parque Índígena do Xingu é uma das maiores reservas indígenas do mundo. São quase 6 mil índios de 14 etnias diferentes que utilizam os recursos oferecidos pela natureza para a sobrevivência. Entre esses recursos, a pesca de subsistência fundamental.

As crianças aprendem a pescar enquanto se divertem. Com 10 anos de idade, a atividade faz parte do dia a dia dos pequenos moradores da aldeia. Espécies como corvina, cachorra e a cachara estão entre os peixes preferidos.

Na companhia de índios da tribo Ikpeng, a equipe do Terra da Gente mostra o imponente rio Xingu e compartilha a experiência de pescadores esportivos.

Na ponta da linha, barbado, tucunarés, cachorras e trairões de até 10 quilos agitam a pescaria.

Ver o vídeo da reportagem AQUI