Policial Civil de Querência morre de insuficiência renal crônica

Por Agência da Notícia 03/05/2018 - 11:59 hs

A  Polícia Judiciária Civil comunica o falecimento do investigador, Wiltton Kysney de Oliveira Marques, 42 anos, no começo da noite desta quarta-feira (02.05), na cidade de Querência, onde era lotado na Delegacia da Polícia Civil.

Natural do município de Nova Xavantina e filho de um dos moradores pioneiro daquela cidade, o policial civil sofria de insuficiência renal crônica. Ele passou mal e chegou a ser levado em estado de  urgência para Barra do Garças (500 km a Leste), local onde sofreu um ataque cardíaco e morreu.

O corpo do investigador será transladado para Nova Xavantina e velado na Casa Mortuária. O sepultamento ocorrerá nesta quinta-feira, 3 de maio, no cemitério de sua cidade natal.

O investigador ingressou na Polícia Civil em 18 de março de 2002, e desde então trabalhou em várias delegacias da região do Vale do Araguaia, como as cidades de Nova Xavantina, Água Boa, Cocalinho e por último, Querência.

Pai de dois filhos, o policial era solteiro e deixa muito amigos na Polícia Civil.