Visitantes arriscam a vida em parque, nos primeiros dias após reabertura

Por Kayc Alves/Semana7 03/01/2018 - 04:54 hs

As imagens de visitantes no Parque Estadual Serra Azul (Pesa) que estão circulando nas redes sociais assustaram as autoridades. Nos primeiros dias após a reabertura do local, fechado para visitação há três anos, pessoas estão se arriscando na estrutura recém-reformada. Fotos publicadas pelo secretário Fabiano Dall Agnol mostram jovens se equilibrando no parapeito do mirante e na base do Cristo. Quantidade de lixo deixada pelos visitantes também é uma das reclamações nas redes sociais.

O Pesa recebeu R$ 1,2 milhões de investimento, oriundo do Termo de Ajustamento de Conduta, disponibilizado pelo Ministério Público Estadual (MPE). Com o valor, até o momento, foram realizadas a reforma na “Escadaria da Fé” e a revitalização da guarita e de todo o mirante, incluindo a imagem do Cristo e de Nossa Senhora, que receberam nova pintura e reforço nas bases. As próximas fases da reforma devem incorporar ao parque novos pontos de visitação, melhorias no acesso às trilhas e também no Discoporto.

O mirante recebeu parapeito de aço com vidro temperado tanto na superfície onde se localiza a estátua do Cristo, quanto no platô de Nossa Senhora. A medida de segurança para os visitantes se tornou motivo de preocupação no último fim de semana. Uma internauta publicou fotos em uma rede social deitada sobre o parapeito, que oferece uma queda perigosa.

Outro internauta publicou uma imagem em que ele se aventura na base do Cristo. O secretário Municipal de Desenvolvimento Rural, Indústria e Comércio, Fabiano Dall Agnol, se manifestou no Facebook e chamou de irresponsável a atitude desses visitantes. “Não têm a mínima noção do risco de vida e de como se portar em um local público, zelando pelo bem público que é de todos no sentido do direito e do dever”, escreve.

Na publicação, o secretário pede para que os visitantes, ao subirem as escadarias, zelem pela segurança e responsabilidade no uso do local. Segundo ele, houve descaso da população também quanto a limpeza. Internautas reclamam que foi deixado lixo pelos visitantes, ao longo do percurso da escadaria.

“Subi as escadarias hoje. Foi feito um belo trabalho, mas as pessoas não colaboram. Quando desci catei garrafa pet e copos descartáveis”, comentou um internauta do Facebook, no domingo (31/12).

A Gerência do Pesa informa que está acompanhando esses fatos e tentando saná-los. “Nós não temos olhos para flagrar todos os casos. Então nosso maior desafio é conscientizar os visitantes a fazerem um bom uso do parque”, afirma Carlos Augusto Santos Muniz, que está à frente da gerência, substituindo gerente Cristiane Schnepfleitner no mês de janeiro.

A gerência destaca que existem adesivos informando ao visitante que é proibido subir nas estruturas. Também informa que foram colocadas lixeiras no início e no final da escadaria. “Sobre conduta imprópria dos visitantes no Parque, estamos monitorando os abusos e tomaremos as devidas medidas judiciais para preservar o patrimônio público”, esclarece.

O gerente substituto lembra que o acesso ao parque é permitido ao visitante apenas pela escadaria. Até a Semana Santa, deve estar liberada a trilha que passa pelo complexo de cachoeiras da serra. Para a preservação do parque, foi proibido o livre acesso de veículos em toda a reserva.

Assim que terminada a revitalização, carros e motos chegarão apenas até o Centro de Visitantes, próximo ao Discoporto. De lá, o visitante que precisar ou querer, poderá usar o translado que será disponibilizado pelo Pesa. Segundo Carlos, a proibição se deve ao fato de que, com os veículos, visitantes deixam mais resíduos pelo parque.